Criatividade: Uma competência a ser desenvolvida no contexto organizacional

05/10/2014 21:03

                    

Considerada como a mola mestra da inovação, a criatividade vem sendo cada vez mais requerida pelas organizações, como uma competência profissional. Nesse sentido, o que é valorizado não é apenas a iluminação obtida com uma nova ideia, mas também a capacidade de materializar, de implementar uma nova ideia, a dos processos que levam à inovação no âmbito organizacional. Uma das questões de grande importância, e que deve ser levada em consideração para que isso se torne uma realidade, é colocar as pessoas no lugar correto para a execução de uma determinada atividade, ou seja, onde sintam prazer, desde que também reúnam as características necessárias para a função. Desta forma, De Masi (2000, p. 11) reforça que:

O futuro pertence a quem souber libertar-se da ideia tradicional do trabalho como obrigação ou dever e for capaz de apostar numa mistura de atividades, onde o trabalho se confundirá como o tempo livre, com o estudo e com o jogo, enfim, com o ‘ócio criativo’.

As inovações, principalmente as tecnológicas, promoveram uma verdadeira revolução, gerando impactos e mudanças substanciais de como nos relacionamos e na forma de fazer, bem como de conceber negócios. Nos últimos 18 anos, com o advento da Internet, a velocidade com que a informação é propagada ocorre muito rapidamente, tanto para o bem, quanto para o mal, contando com importantes aliados, que são as redes sociais muito utilizadas por consumidores e empresas.

Voltar

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!