O Percurso Criativo: Uma nova forma de estabelecer uma relação com as atividades de um Projeto

22/02/2014 20:33

Após ter definido o tema da minha dissertação de Mestrado em Criatividade e Inovação, eu defini o Cronograma contendo todas as etapas e atividades de meu Projeto, o qual dei o nome de "Percurso Padrão", até porque seria toda a trajetória que eu devo percorrer até a finalização, contemplando a apresentação e defesa na Banca da Universidade.

Além disso, criei também o "Percurso Criativo" que é a tradução do "Percurso Padrão" conectado com o tema de minha dissertação que é o "Carnaval", onde cada etapa ou atividade é representada por uma ala, fantasia, alegoria ou participante do maior espetáculo a céu aberto do mundo.

1. PERCURSO PADRÃO

     

2. PERCURSO CRIATIVO

O percurso criativo contempla as etapas previstas no percurso padrão,  concebido por meio das associações de alguns quesitos usados para julgamento das escolas de samba participantes do Carnaval, conectando-os com as atividades que serão executadas ao longo da dissertação, por meio da demonstração diferenciada e criativa, logo PRADO (2013, p. 49) afirma que: “A criatividade analógica é um avanço no processo de geração de imagens por processos associativos. As analogias, as semelhanças e comparações, as alegorias, as metáforas são elementos essenciais para uma criatividade original e chamativa. O surrealismo explodiu amplamente nas analogias atrevidas, as associações entre objetos distantes que nunca estiveram associados desde o  ponto de vista lógico e funcional".

                                                  

                    DEFINIÇÃO DO TEMA

Enredo: é o tema central proposto pela escola. Baseado em um roteiro de desfile previamente fornecido pela agremiação, ele deve transmitir, por meio de fantasias, alegorias, cenografias, coreografias, encenações e outros elementos plásticos e/ou cênicos, argumentos que norteiem e fundamentem sua narrativa.

                                                

                    REFERÊNCIAS 

Samba-Enredo: é a representação musical do tema proposto pela escola para o desenvolvimento do seu desfile, devendo ser respeitada a sua licença poética.

                                                

            COLETA E PROCESSAMENTO DOS DADOS

Alegoria: é a representação plástica e ilustrativa do enredo. Entende-se por alegoria, qualquer elemento cenográfico que esteja sobre rodas, inclusive os componentes humanos: destaques e composições que desfilam sobre as alegorias e caracterizadas dentro do enredo na representação plástica do carro alegórico.

                                                   

            ENCONTROS COM O ORIENTADOR

Harmonia: é o perfeito entrosamento entre o ritmo da bateria e o canto dos componentes da Escola de Samba.

                                                    

            DISSERTAÇÃO DO PROJETO

Evolução: é a perfeita integração da dança, de acordo com o ritmo do samba que está sendo executado, com a cadência da Bateria. 

                                                    

            PADRONIZAÇÃO (NORMAS E REGRAS)

Fantasias: devem ser completas (incluem-se os adereços de mão) apresentadas pelas escolas, bem como a qualidade de sua confecção e sua adequação ao enredo proposto.

                                                    

            APRESENTAÇÃO À BANCA

Comissão de Frente: é o primeiro contingente humano a desfilar e tem a obrigatoriedade de apresentar a escola e a saudar o público ao longo do desfile.

Veja como é possível estabelecer analogias que nos permitam realizar novas propostas, por meio de conexões até então impensadas quebrando paradigmas e ultrapassando barreiras na forma "quadrada e padronizada" de se pensar e fazer as coisas. Estamos vivendo em um mundo, onde cada vez mais somos exigidos para propor novas ideias e aplicá-las nos diversos contextos de nossas vidas. 

 

 

 

Voltar

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!